pele para as estações mais frias e secas
Como preparar a pele para as estações mais frias e secas?
24 de março de 2021

Curiosidades sobre o sabonete: você sabe como ele surgiu?

Se tem um produto que usamos todos os dias, diversas vezes, independente da idade, é o sabonete. Seja no banho ou para lavar as mãos, o cosmético tem uma função fundamental para manter a higiene e evitar diversas doenças.

Mas, você sabe como surgiu o sabonete? Ou então como funciona a sua ação para deixar a pele limpa? A Farnese separou algumas curiosidades! Vamos conhecer?

 

História

Acredita-se que desde a pré-história, o ser humano já usava produtos semelhantes ao sabão, mesmo sem conhecer a importância que um dia teria para toda a humanidade.

Estudos demonstram que o sabonete foi criado pelos fenícios, que ferviam gordura animal, água e cinzas de madeira a fim de produzirem uma pasta que servia para higienizar o corpo. A versão sólida ganhou vida apenas no século 7, quando os árabes inventaram o processo de saponificação.

Posteriormente, os espanhóis em busca de formas para perfumá-los, adicionaram azeite de oliva ao produto, e eram usados como forma de presentear os nobres. Foi apenas no século 19,  que o sabonete se tornou um produto essencial do cotidiano e passou a ser fabricado em escala industrial.

 

Ação

É através de sua ação emulsificante, que une água e gorduras, que o sabonete remove sujeiras e micro-organismos. Ou seja, ele age como uma ponte para que as moléculas

se unam e sejam carregadas pela água, rompendo a camada de gordura e removendo as impurezas.

No caso de vírus e bactérias, que possuem uma espécie de envelope para protege-los, o sabão rompe essa proteção, fazendo com que essas bactérias e vírus morram.

 

 Mitos e verdades

Agora que você já sabe de onde o sabonete veio e como ele age na limpeza do corpo, vamos a alguns mitos e verdades!

 

– A água quente intensifica as propriedades do sabonete.

Mito. Além de não ser verdade que a água quente ajuda a potencializar a ação do sabonete, esse hábito ainda é prejudicial à pele, já que pode queimá-la e ressecá-la.

 

– Quanto mais espuma, mais o sabonete limpa.

 

Mito. A espuma se forma através de bolhas de um gás que reage sobre o líquido quando ele é agitado e tem pouca ação quando se pensa em remover sujeira.  A higiene está relacionada aos ingredientes ativos do produto.

 

– Cada área do corpo requer um sabonete específico

 

Verdade. Isso porque cada parte tem uma tendência maior ou menor de produzir oleosidade ou sudorese, além da sensibilidade também variar.

 

– Para o rosto, o melhor é utilizar um sabonete líquido.

 

Mito. Não é a textura que indica se o produto é o mais adequado para cada parte do corpo, e sim seu pH.